Toggle

5 Dicas de um Expert do TED para fazer Slides Cativantes

 

Estética não é tudo numa boa apresentação. Mas cuidar de detalhes visuais pode ser essencial para passar o seu recado - e, de quebra, encantar seus espectadores.

Fazer slides bonitos, expressivos e eficazes é a especialidade de Aaron Weyenberg, responsável pela área de experiência do usuário no TED, fundação norte-americana sem fins lucrativos que promove e divulga palestras sobre diversos temas. 

De acordo com especialistas, a qualidade visual está longe de ser o único ingrediente de apresentações de sucesso.

Mesmo assim, uma exposição bem executada do ponto de vista estético ajuda a cativar a atenção do público e comunicar melhor a mensagem que se deseja transmitir.

Para ajudar aqueles que querem se aperfeiçoar na arte de elaborar slides, Weyenberg compartilhou alguns conselhos no blog do TED, que listamos a seguir:

1. Pense nos slides por último
Segundo Weyenberg, é preciso pensar primeiro na mensagem principal da apresentação, estruturar seus pontos, praticar e cronometrar a fala. A construção dos slides vem depois. "A apresentação precisa se sustentar por si mesma, os slides são só algo que você coloca por cima dela para melhorar a experiência da plateia", escreve ele.

2. Crie uma experiência consistente
Você sente que está vendo uma boa apresentação quando todos os slides parecem fazer parte de uma mesma "história". Weyenberg explica que, para garantir essa coerência, é importante usar as mesmas cores, fontes e tipos de imagem ao longo da exposição.

3. Pense nas transições entre os tópicos
Apesar da importância da coerência visual, é preciso tomar cuidado para não deixar os slides parecidos demais entre si. Uma sugestão é usar um estilo para os slides que tratam do conteúdo principal e outro, ligeiramente diferente, para aqueles que servem para a transição de assuntos. A ideia é comunicar visualmente à plateia que os assuntos estão mudando.

4. Quando se trata de texto, menos é quase sempre mais
Weyenberg recomenda evitar muito texto, especialmente se o que está escrito também está sendo falado em voz alta. "É como se você entregasse um papel numa reunião - todo mundo vai abaixar a cabeça para ler e não vai escutar o que você está dizendo", diz ele. Se é impossível suprimir textos, uma dica é projetar o texto na tela progressivamente, ponto a ponto.

5. Use fotos que realçam os significados
Nas apresentações de Weyenberg, predominam fotos simples, mas impactantes. "Elas fazem o conteúdo reverberar na cabeça do espectador, sem tirar a atenção dele para o que está sendo dito", escreve ele. Por isso, as fotos devem ser fortes e interessantes, desde que não sejam complexas demais. Metafórica ou não, a imagem precisa ter uma ligação clara e facilmente compreensível com o que está sendo exposto oralmente.

Fonte: www.exame.abril.com.br

Siga-me no Twitter